Creative Cloud substitui Creative Suite

adobe-aplicativo-cc-icones

Em meados de 2014, a Adobe substituiu definitivamente a famosa Creative Suite (CS) pela Creative Cloud (CC). A antiga suíte de aplicativos de criação e edição de fotos, vídeos e páginas web durou aproximadamente uma década. A nova versão, na nuvem, resume-se a um serviço de disponibilização de softwares profissionais on-line por meio de assinaturas.

Na nuvem. À semelhança da Microsoft, que passou a oferecer, em 2011, seu Office 365 via assinaturas mensais, a Adobe também resolveu partir para as nuvens em 2014. Oferecer produtos na web, em vez de no balcão, costuma ser uma estratégia de grandes fornecedoras de software para tentar combater a desenfreada pirataria. A consequência é que a antiga CS não é mais vendida em lojas físicas e hoje, finais de 2014, a Adobe trabalha exclusivamente com a CC.

Aplicativos. Ainda melhor que sua antecessora, a Creative Cloud engloba uma ampla gama de aplicativos de design:

  • Adobe Acrobat Pro: criação e edição de arquivos pdf
  • Adobe After Effects: criação de animações e efeitos visuais cinematográficos
  • Adobe Audition: gravação, mixagem e restauração de áudio
  • Adobe Dreamweaver: criação de páginas web
  • Adobe Edge Animate: criação de conteúdo interativo e animações (HTML5) para a web
  • Adobe Edge Reflow: criação de designs adaptativos e responsivos para a web
  • Adobe Illustrator: criação e edição de ilustrações e gráficos vetoriais (svg)
  • Adobe InDesign: edição e diagramação para publicação impressa e digital
  • Adobe Lightroom: processamento e edição de fotos digitais
  • Adobe Muse: criação de páginas web sem codificação
  • Adobe Photoshop: edição e composição de imagens
  • Adobe Premiere Pro: edição de vídeos
  • e vários outros