Como acelerar meu site WordPress por meio de cache?

Como acelerar meu site WordPress por meio de cache?

Aumente (e muito!) a velocidade de seu site WordPress com técnicas de “caching”.

Sites dinâmicos x sites estáticos

Por um lado, sites dinâmicos são aqueles construídos via sistema de gerenciamento de conteúdo, dispondo de todo o poder de uma base de dados facilmente manipulável por meio do próprio site; por outro lado, sites estáticos são aqueles que não possuem uma ferramenta de gerenciamento de conteúdo incorporada e que, para serem alterados, requerem uma intervenção mais trabalhosa por intermédio de ferramentas externas como editores de código html. Os sites dinâmicos possuem inúmeras vantagens em relação aos tradicionais sites estáticos; os benefícios englobam desde facilidades na edição e na manutenção do conteúdo quanto maiores possibilidades de interação dinâmica com os visitantes. Não é por nada que se emprega essa dicotomia terminológica “dinâmico” versus “estático”!

O problema da velocidade

A opção por construir seu site com base no modelo dinâmico possui, contudo, uma desvantagem: velocidade de carregamento. Ao ser acessado por um visitante, o site dinâmico inicia uma série de consultas ao servidor e à base de dados para obter as informações necessárias para construir a página requisitada pelo visitante naquele exato momento. É por isso que se diz que o site é dinâmico: seu conteúdo não é composto de páginas estáticas armazenadas no servidor; as páginas do site são construídas sob demanda, ad hoc, “on the fly“, dinamicamente! Essa necessidade de múltiplas consultas toda vez que se quer acessar um novo conteúdo impõe, contudo, uma séria limitação ao modelo de sites dinâmicos: redução na velocidade de carregamento. Felizmente, não se trata de uma limitação absoluta, porquanto ela é total e facilmente contornável.

A solução do cache

E se armazenássemos cópias estáticas de todas as páginas do site no servidor, de forma que este pudesse servi-las rapidamente aos visitantes, sem ter de realizar múltiplas e lentas consultas à base de dados toda vez que o visitante clicasse em um novo link? Isso certamente aceleraria muito a velocidade de carregamento das páginas! Bem, essa é justamente a ideia por trás dos mecanismos de cache para sistemas de gerenciamento de conteúdo. Quando os visitantes acessam o site, o servidor alimenta-os com cópias estáticas (um arquivo html pronto) do conteúdo dinâmico; essas cópias são atualizadas automaticamente pelo servidor toda vez que o administrador do site altera qualquer coisa em seu site. Dessa forma, as consultas à base de dados são reduzidas ao mínimo possível e a velocidade de carregamento de um site dinâmico iguala-se àquela de um site estático, mantendo todos os benefícios de se trabalhar com um sistema de gerenciamento de conteúdo dinâmico.

Softwares de cache

Todo navegador de internet (ex: Chrome, Firefox, IE…) já possui um sistema de cache embutido; logo não preciso fazer nada para acelerar meu site, correto? Errado. O cache do “browser” em seu computador é totalmente diferente do cache no servidor de seu site. A única coisa em comum que eles têm é a ideia matriz de armazenar cópias de dados para alimentar de forma mais rápida as consultas que lhes são feitas por usuários. O mecanismo de cache de um servidor é muito mais complexo. Então como implementar esse mecanismo de cache em meu servidor? Utilizando algum dos vários plugins de cache disponíveis para seu CMS. Existem diversos softwares que são facilmente instalados em seu site e que vão cuidar de toda essa complicada tarefa de se comunicar com seu servidor e ajudá-lo a construir um bom cache para seu site, gerando as devidas cópias estáticas de todo seu conteúdo dinâmico.

Plugin W3 Total Cache para WordPress

W3-Total-Cache-LogoSe você utiliza o WordPress como seu sistema de gerenciamento de conteúdo, você tem à disposição uma grande quantidade de plugins – pagos e gratuitos – para fazer esse tão desejável gerenciamento de cache por você. Dentre as opções gratuitas, a melhor opção nos últimos anos tem sido o plugin W3 Total Cache. Além de manter o cache de seu site, esse plugin fará muito mais por você, pois ele é uma ferramenta completa de otimização de velocidade para sites WordPress. O W3 Total Cache traz muitas outras opções, incluindo compactação de arquivos (“minify” de html, css, js…), configuração de  datas de expiração e suporte para CDN. Todas essas funcionalidades juntas vão fazer seu site carregar muito mais rápido. Quão rápido? Isso dependerá de seu site e de como você configurar o plugin, mas os resultados podem tornar seu site até 10 vezes mais rápido. Imagine um site tartaruga, que carrega em 15 segundos, passar a carregar em 1,5 segundos? Isso é, sim, possível. De qualquer forma, se você conseguir cortar o tempo de carregamento de seu site pela metade, já valerá a pena, não?